5 de julho de 2019

Feira Eco Arte na Praça Padre Emílio traz história e cultura para este sábado (06)

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Durante o evento, haverá venda e mostra do artesanato e da gastronomia local

Foto: arquivo pessoal

A Feira Eco Arte, que traz cultura, entretenimento e lazer na Praça Padre Emílio vai acontecer neste sábado (06). A iniciativa, que tem o apoio da Prefeitura de Venda Nova do Imigrante, faz parte do projeto de extensão do Ifes e vai começar às 17h ao lado da Igreja Matriz. Nesta edição, será realizada a exposição audiovisual “Mãos: a obra”. Venha descobrir!

 

Foto: arquivo pessoal

 

O palco livre se inicia às 18h. “É um espaço para reunir a comunidade vendanovense que trabalha com música, poesia, teatro, contação de história e muito mais. A proposta é deixar o palco disponível para os moradores se expressarem”, destaca Iasmyn Sanfer, coordenadora da Feira.

Durante o evento, haverá venda e mostra do artesanato e da gastronomia local. Ao mesmo tempo, acontece o projeto “Sabão Verde”, que permite a sustentabilidade e estimula a troca. Você leva o óleo usado de casa e lá recebe uma quantidade de sabão feito a partir dessa matéria-prima.

 

Foto: arquivo pessoal

 

Uma programação gratuita para envolver moradores e visitantes. “A Feira Eco Arte na Praça promove e valoriza a produção artesanal, atividade artística e manifestação cultural de Venda Nova”, destaca Jorge Uliana, secretário Municipal de Turismo, Cultura e Artesanato.

 

Oito vídeos, oito pessoas

Agora será a vez de conhecer um pouco mais sobre “Mãos: a obra” na Feira Eco Arte na Praça às 19h. A exposição de vídeo e fotografia, que ficou disponível de 03 a 30 de junho no Ifes, exibe histórias por trás de oito pessoas. Há o uso de poesia, música e da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) que incentivam interação e inclusão em quem assiste.

 

Foto: Divulgação/redes sociais

 

Logo após a apresentação haverá um momento para conversa. “Vamos trazer um pouco do processo criativo da exposição, o porquê da escolha das oito pessoas e quem são elas. É uma exibição que potencializa a diversidade tanto de etnia, gênero e status social”, acrescenta Iasmyn.

Seis pessoas que aparecem nas filmagens são da comunidade vendanovense. “É uma valorização do que eu faço, mesmo não tendo uma das mãos. Espero que a minha participação venha a servir de exemplo para outras pessoas superarem alguma dificuldade que estejam passando. Indico para todos assistirem aos vídeos”, destaca Adair José Ferreira da Silva, 47, um dos personagens da exposição.

A experiência de Adair, que há cerca de cinco anos perdeu a mão direita em um acidente no antigo serviço, passa das gravações. “Gosto muito de lidar com o povo. Trabalho tanto com moradores quanto com turistas. Já atendi visitantes que vieram no nosso município de Portugal, Espanha e Argentina”, finaliza Adair, que é vendedor de água de coco ao lado da Igreja Matriz.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

© 2018 - Prefeitura de Venda Nova do Imigrante